Madeira

 

Com um espaço natural muito variado e rico, mar e montanha, a Região Autónoma da Madeira é uma Região Ultraperiférica reconhecida pela sua vasta biodiversidade.

Na tranquilidade da natureza são oferecidas experiências deslumbrantes, seja a fazer “levadas”, que são caminhadas junto a canais de irrigação que transportam água das montanhas, a jogar golfe ou a desfrutar um passeio relaxante de barco. Para despertar a adrenalina, o desafio pode passar pelo canyoning, BTT, passeios de jeep ou até mesmo parapente.

Para além do património natural, com destaque para a floresta Laurissilva reconhecida pela UNESCO como património da humanidade, o seu património cultural é testemunho valioso da sua história e herança do tempo em que a Região fazia parte das principais rotas comerciais da Europa. Disso são exemplos a diversidade museológica, guardiã dessas memórias, e estilos arquitetónicos bem demarcados como o gótico e o manuelino, visível nomeadamente na Sé Catedral do Funchal, que reforçam a afirmação de cidade turística.

 

 

Geografia

 

O arquipélago da Madeira, cuja capital é o Funchal, situa-se na placa africana, no oceano Atlântico, entre 30° e 33° de latitude norte, quase à mesma latitude de Casablanca; a 978 km a sudoeste de Lisboa, cerca de 700 km a oeste da costa africana e 450 km a norte das ilhas Canárias.

Este arquipélago é formado pela ilha da Madeira, com uma área de 741 km²; pela ilha do Porto Santo, com 42,5 km²; pelas ilhas Desertas, com um total de 14,2 km² no conjunto das suas três ilhas; e ainda pelas ilhas Selvagens, cujo conjunto de três ilhas e dezasseis ilhéus detêm uma área de 3,6 km². Apenas a Madeira e o Porto Santo são habitadas.

A Região Autónoma da Madeira abrange ainda o mar circundante e seus fundos, designadamente as águas territoriais e a zona económica exclusiva.

A sua posição geográfica privilegiada e a sua orografia montanhosa conferem à ilha da Madeira uma espantosa amenidade climática, com temperaturas médias muito suaves, que oscilam entre os 25°C no verão e os 17°C no inverno, aliadas a uma humidade moderada. Por influência da corrente quente do Golfo do México, a água do mar é igualmente muito temperada, apresentando médias no verão de 22°C e de 18°C no inverno.

A Região Autónoma da Madeira apresenta, aproximadamente, 255 mil habitantes e uma densidade populacional de 318 habitantes/km².

 

Sistema político

 

A Madeira é uma Região Autónoma da República Portuguesa consagrada na Constituição Portuguesa de 1976. A sua autonomia política, administrativa, financeira, económica e fiscal não afeta a integridade da soberania do Estado e exerce-se no quadro da Constituição e do Estatuto Político-Administrativo aprovado pela Lei n.º 13/91, de 5 de junho, e revisto pela Lei n.º 130/99, de 21 de agosto.

Esta Região Ultraperiférica portuguesa dispõe de órgãos próprios de governação: Assembleia Legislativa e Governo Regional.

 

Economia

 

A economia da Madeira é baseada no setor dos serviços (85% do PIB), sendo o turismo o principal impulsionador e a maior fonte de receitas da Região pelo efeito multiplicador em vários setores de atividade e, em especial, pelo contributo para a criação de emprego.

A indústria regional é dominada por pequenas e médias empresas. Nela coexistem atividades de caráter artesanal, como os famosos bordados, as tapeçarias e artigos de vime, com as indústrias agroalimentares, de bebidas e de tabacos. De realçar o relevante papel que desempenha a Zona Franca da Madeira na diversificação e modernização da economia regional.

Do setor primário (2% do PIB) destaca-se na agricultura, a produção de banana, as flores, os frutos subtropicais e a uva destinada à produção do Vinho da Madeira, um dos produtos mais emblemáticos desta Região. A produção agrícola é dificultada pelas suas características orográficas, em especial o acentuado declive dos terrenos, pela exiguidade da superfície agrícola útil e pela predominância da pequena propriedade.

A atividade piscatória assume uma importância económica e social de algumas comunidades dependentes da pesca. É desenvolvida por uma frota de pequena dimensão, com destaque para a pesca do peixe-espada preto e o atum.

Dados os constrangimentos geográficos, a Região teve de fazer um forte investimento na melhoria das acessibilidades para o desenvolvimento económico na Madeira: infraestruturas de apoio à rede viária – estradas, viadutos, pontes e túneis; ampliação do Aeroporto da Madeira; e nova Gare Marítima Internacional do Porto do Funchal.

 

Infra-estruturas

A Região teve de fazer um forte investimento na melhoria das acessibilidades para o desenvolvimento económico na Madeira.

 

Paraíso Turístico

A economia da Madeira é baseada no setor dos serviços (85% do PIB), sendo o turismo o principal impulsionador e a maior fonte de receitas da Região

Indústria

A indústria regional é dominada por pequenas e médias empresas. Nela coexistem atividades de caráter artesanal, como os famosos bordados, as tapeçarias e artigos de vime, com as indústrias agroalimentares, de bebidas e de tabacos.

 

Madeira em fotos