Diretor Regional dos Assuntos Europeus participa em reunião para potenciação da internacionalização da economia açoriana

O Diretor Regional dos Assuntos Europeus e Cooperação Externa, Carlos Amaral, participou hoje numa reunião com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) e a Comissão Europeia sobre o projeto “Global Outermost Regions Expert Meeting Transforming Economies in EU Outermost Regions: Fostering Learning, Making the Most of Interconnectedness and Exploring New Ways to Engage with Partners from Across the Globe” (G-ORs).

A reunião visou uma primeira troca de impressões e partilha de experiências, quanto às oportunidades e desafios com que as Regiões Ultraperiféricas (RUP) estão confrontadas, para uma maior internacionalização das suas economias e da sua inserção em cadeias de valor global.

Na ocasião, Carlos Amaral proferiu uma apresentação sobre a inserção regional dos Açores, os seus indicadores macro-económicos e setores económicos mais relevantes, bem como a sua estratégia de especialização inteligente (RIS3) de 2014-2020 e o processo em curso de revisão da mesma para 2021-2027.

O projeto G-ORs, que terá a duração de dois anos, visa permitir uma consultoria e aprendizagem entre pares (CE/OCDE/RUPs), que visa proporcionar uma melhor compreensão dos cenários de crescimento e das vias de desenvolvimento futuro das RUP no quadro da União Europeia e para além dela.

Visa, igualmente, fornecer um quadro analítico para atualizar e expandir os mecanismos de apoio da União Europeia às RUP em relação à inovação, ao desenvolvimento de alguns setores chave da sua economia e a integração em Cadeias de Valor Globais.

Assim, o projeto fornecerá uma visão geral e mapeamento da situação atual nas Regiões Ultraperiféricas no que diz respeito ao potencial de desenvolvimento de Cadeias de Valor Globais, identificando as principais cadeias de valor relevantes (agroalimentar, turismo, silvicultura, bio-economia, economia azul, etc.).

Por outro lado, desenvolve uma perspetiva de prováveis tendências futuras nessas cadeias de valor, levando em consideração o impacto da pandemia nas mesmas, com o potencial de reforço da internacionalização destes setores com a Europa e com países terceiros, em particular nos territórios circundantes das Regiões Ultraperiféricas.

Neste encontro participaram, também, representantes da Comissão Europeia, da OCDE, de Saint Martin, de Cabo Verde, da Reunião e da Organização dos Estados de África, Caraíbas e Estados do Pacífico.

 

FONTE: https://portal.azores.gov.pt/pt/web/comunicacao/news-detail?id=2964867